terça-feira, 12 de janeiro de 2016

LUNÁTICA

LUNÁTICA
Maria Luiza Stehling dos Santos

A pérola flutua
no céu,
ninho de estrelas.
Lanço-me,
a vasculhar
a imensidão.
Imploro.
- Daí-me luminosa rainha,
o bom filho, em meu ventre.
- Daí-me, no movimento das marés,
o exemplo de ir e vir,
faça-me dinâmica, então.
Daí-me pedras,
no caminho,
assim eu aprendo,
e não me sinto sozinho.
Tornai-me discípulo,
 de suas fases,
crescente,
plenilúnio,
minguante
e se re-nova.
Mostrai-me,
então,
em toda prova
a reversibilidade.
E numa outra fase,
a quinta
que eu pressinta,
meio aluada,
respostas,
para esta lua,
tão desvairada.



Nenhum comentário:

Postar um comentário