sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE...

SOBRE A VIDA ESPIRITUAL:

A vida Espiritual se dá pelo controle consciente dos movimentos mentais e emotivos, de maneira que se alcance, paulatinamente, uma harmonia entre o que se sente, o que se pensa e o que se vive, até lograr que a vida seja uma unidade simples. O desenvolvimento espiritual é sempre integral:

 Poder sem consciência é paixão;


Consciência sem poder é impotência;


Consciência e poder sem participação é desumanização.





SOBRE A VIDA E O AMOR:



Tudo é, tudo está vivo. Para descobrir essa vida, há que amá-la. Quem ama em verdade, reverencia o que ama e mostra essa reverência continuamente através de sua relação com a vida toda:

com os homens,
com os animais,
com as plantas,
com as pedras,
com a água,
com o ar,
com o fogo,
com a terra,
com o tempo,
com a morte.




SOBRE A VIDA E A MORTE:




Cada dia representa uma vida em pequeno, com seu nascimento ao despertar e sua morte ao deitar-se. Cada dia traz uma missão a cumprir, que deve estar realizada quando se vai dormir. Dessa maneira, o sono será tranqüilo e reparador. Quando se vai dormir é bom pensar que se vai morrer; deixar todas as coisas em ordem e bem arrumadas. Ao ir de encontro ao sono, a que entregar a alma nas mãos da Divina Mãe, pensando que talvez não haja um despertar neste mundo.
Quem não pode morrer a cada noite, dificilmente estará preparado alguma vez para morrer. A mística da renúncia é mística de morte contínua, deve-se começar a praticá-la morrendo todos os dias.





SOBRE A ORDEM E A HARMONIA:


Vivam em ordem e com ordem. A ordem na distribuição das coisas é a manifestação estática da harmonia. A manisfestação dinâmica da harmonia, na vida corrente, é a ordem na distribuição do tempo e a ordem nos movimentos.


Ensinamentos do Mestre Santiago.
FELIZ NATAL/Juca

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

B Ô N U S - A ILUMINAÇÃO DO CÓRTEX CEREBRAL

Recentemente eu estava em uma sala de espera de um consultório, que tem, como sempre, muitas revistas para nos distrair e, aliás, nos proporcionam momentos em que temos a grande oportunidade para treinar a virtude da "PACIÊNCIA".  Peguei uma das revistas para dar uma olhadinha e encontrei um verdadeiro tesouro, coincidência... sincronicidade...
Me deparei com um artigo de um neurocientista, que expunha o resultado de sua pesquisa; ele relata que temos 3 tipos de cérebro:
                
                 o reptílico;
                 o límbico;
                 o neo-córtex;


O reptílico, responsável pelo instinto, menos evoluído; o límbico pelas emoções e o neo-córtex, mais evoluído, responsável pelo pensar, avaliar, julgar.
Até aí, nenhuma grande novidade, mas, na pesquisa que ele realizou, constatou que, quando se respira mais profundamente, ou se tem o hábito de realizar exercícios respiratórios, o córtex se ilumina, o raciocínio torna-se claro e as conexões cerebrais se ampliam.
O ato de respirar profundamente liberta das emoções negativas, tais como: inveja e competitividade.

Pois bem, quando ingressamos em CAFH - um caminho de desenvolvimento espiritual, uma das primeiras coisas que nosso método recomenda é exatamente a prática, entre outras, de exercícios respiratórios, que têm por finalidade
oxigenar o cérebro, despertar nossa atenção e nos colocar em consonância com o movimento cósmico universal.

"Podemos concluir que cada vez mais a ciência está corroborando o conhecimento esotérico", e isso me deixa realmente muito entusiasmado.

Abaixo descrevo dois exercícios respiratórios, que fazem parte de nossas práticas diárias, com os resultados agora corroborados de iluminação do córtex e ampliação das conexões cerebrais, entre outros:


                         O    DEZ   -   TRINTA   -    VINTE:

   . De pé, com os pés ligeiramente afastados, o polegar direito apertando a fossa nasal direita e o braço esquerdo caído naturalmente ao longo do corpo. Inspira-se contando até dez, enquanto se levanta o braço esquerdo ladeando o corpo, até tapar a fossa nasal esquerda com o polegar esquerdo. Retém-se a respiração, enquanto se conta até trinta. Expirar lentamente, contando até vinte, pela fossa nasal direita, enquanto se baixa o braço direito ao longo do corpo até deixá-lo caído em sua posição natural.

- A inspiração deve durar dez segundos ou se conta até dez.

- A retenção do alento, trinta segundos ou se conta até trinta.

- A expiração deve durar vinte segundos ou se conta até vinte.

É importante que o ritmo da inspiração e da expiração seja sempre parelho, desde que se começa até que se termina, e que o movimento dos braços se faça também durante a duração correspondente.


                                      O MARTELO:

De pé, com os pés juntos e as mãos na cintura;
inspira-se dilatando o abdômen. Em seguida, se expira com força, dando um golpe com o diafragma  e levando simultaneamente o abdômen até a coluna vertebral.
Fazem-se umas cento e vinte inspirações e expirações por minuto.

A recomendação é que se façam os exercícios pela manhã, antes do banho, mas podem ser feitos a qualquer momento e sempre que as circunstâncias assim o exigirem.
Por exemplo, se estiver agitado (a), ansioso (a), nervoso (a),
recomendo o "MARTELO", que se pode fazer em qualquer ambiente, até sentado, dirigindo seu carro nesse trânsito louco.
                                    
Pronto, agora você já pode, através da prática desses simples exercícios, sentir mais a plenitude da vida e estar mais equilibrado (a) para enfrentar tudo o que vida nos oferece.

                                   E  X  P  E  R  I   M  E  N  T  E !

                                                          É

                                                   F  R  E  E !

domingo, 17 de outubro de 2010

SÃO JOÃO DA CRUZ - A NOITE ESCURA DA ALMA

JOÃO DA CRUZ


Sabe aquelas coisas boas da vida em que a gente tropeça?
"Sincronicidade", diria meu amigo Max; são os Mestres que colocam essas coisas na nossa frente,
diria outro; pois bem, estava eu conversando com minha não menos amiga Carla, e ela me falou de um livrinho, chamado "Não temas a noite escura da alma", baseada na espiritualidade de São João da Cruz,
de autoria de João Kirvan, editado pela Versus.
Ela me convidou a passar trinta dias com São João da Cruz, meditando sobre trinta textos curtos,
"meditações" propostas e baseadas no livro "Subida ao Monte Carmelo".
Aceitei, de bom grado, o convite e assumi de mãos dadas com ele essa jornada, deleitando-me com os
ensinamentos desse grande teólogo-místico.
Extraí dos textos alguma frases que gostaria de compartilhar com todos voces:



A medida que anoite se aproxima,
faz-me de novo lembrar
que a alma que caminha no amor,
não descansa nem se cansa.



O indício mais verdadeiro
de que o espírito nos esta consumindo,
é o fato de termos chegado a apreciar
a solidão no silêncio.


Até que aprendamos
a esquecer e abrir mão
das exigências de nossas paixões
e aprendamos a disciplinar nossa memória
e nossa imaginação,
nosso coração esta destinado
a ficar sempre em tumulto;
nossa alma, nunca em paz.


Vivemos insatisfeitos com nós mesmos,
indispostos com nosso próximo,
preguiçosos em nosso relacionamento com Deus.
Com nossa força espiritual enfraquecida,
adoecemos.


Quando permitimos
que nossas lembranças
e nossa imaginação
atravanquem nosso coração,
resta pouco
ou nenhum espaço para Deus.


Jamais desfrutaremos
da suavidade pura da união com Deus
enquanto nos satisfizermos
com as consolações passageiras desta vida.



Precisamos nos mover
do conhecido para o desconhecido,
da luz do dia para a noite escura da fé.


Quando vemos com os olhos da fé,
estamos vendo na escuridão.


Descobrir a luz da fé
é como ter nascido cego
e então começar a ver cores
que jamais se havia visto.


Deixar as portas abertas de nossa alma para permitir a entrada de Deus
[ ] somente assim
ele descerá sobre nossa alma como um rio de paz
para nos libertar de nossas incertezas,
de nossos pequenos aborrecimentos,
de nosso medo da escuridão.


Quanto mais você se acostumar
com essa tranquilidade de espírito mais profunda,
mais crescerão seu conhecimento sobre Deus
e seu amor por ele.


Embora eu sofra a escuridão
nesta vida mortal,
isso não é algo tão difícil;
porque, se me falta a luz,
tenho a vida celestial.
Pois, quanto mais cego é o amor,
mais dessa vida ele proporciona
conservando a alma em total abandono,
vivendo sem luz na escuridão.


Espero sinceramente que, como eu, você também se sinta impelido a continuar nessa aventura espiritual,
procurando fazer as experiências necessárias, para descobrir a presença do divino em nós e em todos os
seres humanos, todos, absolutamente todos.
Realmente, esse é um desafio digno de nós, sim, de todos nós.


Deus o restaura com um silêncio mais profundo,
com uma calma mais impertubável,
com uma paz mais intensa.












domingo, 26 de setembro de 2010

PINGOS DE REALIDADE - A GRANDE ILUSÃO

 TUDO É UMA GRANDE ILUSÃO:

ENTUSIASMO

FRUSTRAÇÃO

 PAIXÃO

TOMAM MINHA CERVEJA...

QUEM ME SUSTENTA 
SOU EU MESMO.

AS ILUSÕES SÃO MÚLTIPLAS.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

CORAGEM E CONTROLE PESSOAL


GANDHI - 
Expressão viva de Coragem e Controle Pessoal.


Quatro passos para se obter Coragem e adquirir Controle Pessoal,
  ou como fortalecer a Roda-Controle,
ou, ainda, 
como vencer a síndrome do pânico:

SIMPLICIDADE    -    PRUDÊNCIA    -    TEMPERANÇA    -    FORTALEZA

SIMPLICIDADE:

                    Viver o dia de hoje, a hora presente é adquirir, é estar seguro 
                     de que o homem tem em si o poder necessário para reagir no
                     momento em que se apresenta o perigo e não antes dele.

"VIVER SEM TEMOR"


PRUDÊNCIA:

                     A prudência é aquela que sabe até aonde pode chegar o 
                     controle do homem e até onde pode lançar a vibração 
                    de coragem para impedir que vá demasiado longe e se transmute em temor.

"SABER ATÉ AONDE SE PODE IR"


TEMPERANÇA:

                      A temperança é o tanque no qual se acumulam 
                      as energias da coragem.
                      Controlar e medir todos os atos, privar-se das 
                      coisas mais agradáveis, medir com discrição as 
                      coisas indispensáveis, vigiar os pensamentos e as palavras
                      é poupar forças preciosas.
                      Esse trabalho constante de acúmulo de forças 
                      faz com que a roda-controle se endureça 
                      como um diamante e possa tolerar todas as vibrações,
                       mesmo as mais violentas e mortíferas.

"RESERVA DE ENERGIAS"


FORTALEZA:

                     A verdadeira fortaleza, aquela que dá coragem suprema, 
é a que resiste até um ponto
                     determinado; é indispensável resistir para vencer.
                     Quando o ser compreendeu que tem em suas mãos a vitória, 
que tem bastante coragem para enfrentar uma situação, 
então se abandona nos braços daquela despreocupada
                     fortaleza, que despreza o fruto da coragem, 
porque conquistou a essência da mesma.

"NOBREZA DE CORAÇÃO"


Resumindo, a coragem e controle pessoal são:
                    

                    A simplicidade da criança que não conhece o temor;

                    A prudência do ancião que já não teme nem lhe importa o perigo;

                    A temperança do virtuoso que despreza os excessos da vida;

                    A fortaleza do vencedor que se colocou acima da própria vitória.


"Ensinamentos do Mestre"

Extrato do curso Desenvolvimento Espiritual
9o Tópico - Coragem e Valor Pessoal

Foto colaboração: Dionisio Dias.















sexta-feira, 10 de setembro de 2010

NASCER, VIVER E MORRER

Eu estava pensando em escrever sobre o ser humano, como nós não nos damos conta da ordem natural das coisas: NASCER, VIVER E MORRER.
Que aceitamos bem algumas etapas desse processo e como rejeitamos outras.
Escrevi muitas linhas e laudas sobre o tema, em princípio gostei muito do que escrevi, dei um tempo, como sempre faço, li tudo novamente e aí, achei o texto muito confuso, como se expressasse a própria vida, o próprio processo de NASCER, VIVER E MORRER.
Estava nessa confusão quando recebi um e-mail de meu querido amigo Antonio Sergio, um texto do Dalai Lama, que na sua sapiência e simplicidade, (uma não vive sem a outra), expressava tudo aquilo que eu queria transmitir:

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

PROJETO DEUS - REFLEXÕES

A PUREZA DA ÁGUA    -    ELE/ELA
A PUREZA DO CRISTAL   -   EU

TRANSBORDANTE   -   DELE/DELA
CONFUNDINDO-ME COM  ELE/ELA

Estou lançando o PROJETO - "DEUS", com a intenção de discernir sobre ELE/ELA, através de reflexões que possam exprimir nosso sentimento, nosso amor, nossa reverência, nosso entendimento, nosso desconhecimento sobre ELE/ELA.
Acredito que com as reflexões de todos, possamos cada vez mais nos abrir à presença divina em nós, e ficarmos cada vez mais transbondante DELE/DELA.

Participe enviando suas reflexões, fazendo seus comentários; aqui vou eu:

Quando se tem a mais breve, ínfima consciência de DEUS, nossos olhos, nossa face brilham e
 todos podem beber desse olhar, e todos se inundar desse brilho, e todos podem se sentir amados, consolados, assistidos, jamais sozinhos.
Se não fosse assim, não seria a expresssão dele, DEUS.
Nós não o amaríamos e sim o temeríamos (medo), e aí não existiria consciência DELE, só teríamos a figura DELE, (sofrimento e dor).
Não  vir ao encontro dessa consciência, dessa iluminação, é se colocar na contramão da vida.

"DEUS É MUITO MAIS MÃE DO QUE PAI"


Foto de nosso queridíssimo amigo Dionísio Dias, obrigado.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

DEVANEIOS EM DESALINHO - NA CONTRAMÃO

O SER E O NÃO SER
FOGO E TERRA
DOIS PRINCÍPIOS
( Acho que Shakespeare se inspirou nele, Parmênides*)

Fora do ser, o não ser, nada é.
Pares de opostos, um sem outro nada é.
Ciência e Natureza.
Aqui só podem se referir à natureza.
conhecimento e sabedoria,

REALIDADE!

VERDADE!

LOUCURA!

PLATÃO, ARISTÓTELES, PARMÊNIDES.

IMOBILISMO!

Nada está ausente.
Todo e perfeito são absolutamente da mesma natureza.
O que está fora do ser, não é ser; o não ser é nada; o ser, portanto, é um.
Todos os seres são belos, todas as coisas são belas.
Mas não um nem o mesmo, pois um é terra  e o outro fogo.

Mas o responsável é Platão com seu duplo sentido, nem o sentido em si nem por causalidade.

Sensação e inteligência a mesma coisa?
Memória e esquecimento a mesma mistura?
O silêncio, os contrários!

TERRA E FOGO 

Todo o ser tem conhecimento.

FRAGMENTOS
Parmênides de Eléia
Tradução de José Cavalcante de Souza

As éguas que me levam onde o coração pedisse
conduziam-me, pois à via multifalante me impeliram
da deusa, que por todas as cidades leva o homem que sabe;
por esta eu era levado, por esta, muito sagazes, me levaram
as éguas o carro puxando, e as moças a viagem dirigiam.

O eixo nos meões emitia som de sirena
incandescendo (era movido por duplas, turbilhonantes
rodas de ambos os lados), quando se apressavam a enviar-me
as filhas do sol, deixando as moradas da noite,
para a luz, das cabeças retirando com as mãos os véus.

É lá que estão as portas aos caminhos de Noite e Dia,
e as sustenta à parte uma verga e uma soleira de pedra,
e elas etéreas enchem-se de grandes batentes;
destes Justiça de muitas penas tem chaves alternantes.

A esta, falando-lhe as jovens com brandas palavras,
persuadiram habilmente a que a tranca aferrolhada
depressa removesse das portas; e estas, dos batentes,
um vão escancarado fizeram abrindo-se, os brônzeos
umbrais nos gonzos alternadamente fazendo girar,
em cavilhas e chavetas ajustados; por lá, pelas portas
logo as moças pela estrada tinham carro e éguas.

E a deusa me acolheu benévola, e na sua a minha
mão direita tomou, e assim dizia e me interpelava:

Ó jovem, companheiro de aurigas imortais,
tu que assim conduzido chegas à nossa norada,
salve! Pois não foi mau destino que te mandou perlustrar
esta via (pois ela está fora da senda dos homens),
mas lei divina e justiça; é preciso que de tudo te instruas,
do âmago inabalável da verdade bem redonda,
e de opiniões mortais, em que não há fé verdadeira.
No entanto também isto aprenderás, como as aparências
deviam validamente ser, tudo por tudo atravessando.


O ser como fumaça que tudo atravessa tudo permeia misturando tudo.
Desenvolvimento do Ser, não Ser, Alma!

Devaneios Desvairados ( de mim )

NA CONTRAMÃ0.


* PARMÊNIDES - Filósofo Grego.



sábado, 31 de julho de 2010

TEORIA DAS JANELAS PARTIDAS

Recentemente meu amigo Sérgio da Cruz, me enviou um artigo baseado no livro "Broken Windows", de James Q. Wilson and George L. Kelling.
Esse artigo me chamou muito a atenção, e comecei fazer uma série de analogias, tanto a nível pessoal, quanto a nível da relação social como um todo. Artigo bom é assim, desperta nosso interior, mexe com a gente,  nos faz pensar; transcrevo parte dele:

Em 1969, na Universidade de Stanford (EUA), o Prof. Phillip Zimbardo realizou uma experiência de Psicologia Social. Deixou dois carros abandonados na via pública, dois carros idênticos, da mesma marca, modelo, cor. Um deixou no Bronx, na altura de uma zona pobre e conflituosa de Nova York e o outro em Palo Alto, uma zona rica e tranquila da Califórnia. Dois carros idênticos e abandonados, dois bairros com populações muito diferentes e uma equipe de especialistas em Psicologia Social estudando as condutas das pessoas em cada lugar.
Resultou que o carro abandonado no Bronx começou a ser depenado em poucas horas. Perdeu as rodas, o motor, os espelhos, o rádio, etc. Levaram tudo o que fosse aproveitável e aquilo que não puderam levar, destruíram. Contrariamente, o carro abandonado em Palo Alto manteve-se intacto.
É comum atribuir à pobreza as causas do delito. Atribuição em que coincidem as posições ideológicas mais conservadoras, tanto da direita como da esquerda. Contudo a experiência não terminou aí, enquanto o carro abandonado no Bronx estava totalmente depenado e destruído, o carro de Palo Alto estava há uma semana impecável, foi aí, que os investigadores de Palo Alto quebraram um vidro do carro.
O resultado foi que se desencadeou o mesmo processo que o carro do Bronx, roubo, violência e  vandalismo reduziram o carro ao mesmo estado que o do bairro pobre.
Porque o vidro partido no carro abandonado num bairro supostamente seguro é capaz de disparar todo um processo delituoso? Não se trata de pobreza. Evidentemente é algo que tem a ver com a psicologia humana e com as relações sociais.
Um vidro partido numa viatura abandonada transmite uma idéia de deterioração, de desinteresse, de despreocupação que vai quebrar os códigos de convivência, como de ausência de leis, de normas, de regras, como que vale tudo. Cada novo ataque que o carro sofre reafirma e multiplica essa idéia, até que a escalada de atos cada vez piores, se torna incontrolável, desembocando numa violência irracional.
Em experiências posteriores, James Q. Wilson e George Kelling, desenvolveram a "Teoria das Janelas Partidas", a mesma que de um ponto de vista criminalístico, conclui que o DELITO é maior nas zonas onde o  DESCUIDO, A SUJIDADE, A DESORDEM E O MALTRATO SÃO MAIORES.
Se se parte um vidro de uma janela de um edifício e nínguem o repara, muito rapidamente estarão partidos todos os demais. Se uma comunidade exibe sinais de deterioração e isso parece não importar a ningém, então ali se gerará o DELITO.
Se se cometem "pequenas faltas": estacionar em lugar proibido, exceder o limite de velocidade ou passar o sinal vermelho, e as mesmas não são sancionadas, então começam as faltas maiores e logo os DELITOS cada vez maiores. Se se permitem atitudes violentas como algo normal no desenvolvimento das crianças, o padrão de desenvolvimento será de maior violência quando essas crianças forem adultas.
Se os parques e outros espaços públicos deteriorados são progressivamente abandonados pela maioria das pessoas, que deixam de sair de suas casas por temor a criminalidade, esses mesmos espaços são progressivamente ocupados pelos delinquentes.
A teoria foi aplicada com sucesso no metrô de Nova York, na década de 80, transformando o metrô de lugar insalubre, num lugar limpo e seguro.
Em 1994 o prefeito de Nova York, Rudolph Giuliano, baseado na Teoria, implantou a política da "Tolerância Zero", mas ao contrário do que muitos pensam, a política é com os DELITOS e não com quem comete os delitos, ou seja, criar comunidades limpas ordenadas e respeitosa das leis e dos códigos básicos da convivência social humana.


Conforme eu ia lendo esse artigo, vinha chegando em minha mente imagens de prédios abandonados, cada vez mais vandalizados com o passar do tempo, vinha a minha mente imagens da Cracolândia no centro de São Paulo, imagens dos moradores de rua em toda a sua degradação.
Despertou em mim um sentimento de responsabilidade comigo mesmo e com minhas relações sociais, de procurar manter a todo custo e o máximo de tempo possível a coerência entre aquilo que acredito e aquilo que eu realmente penso e faço.
Veio à tona a consciência do porque do fracasso de muitas pessoas e organizações, que lacearam seus valores, deixaram de cuidar dos detalhes, valorizaram o poder, em detrimento do bem comum ou simplesmente se desinteressaram.
E consequentemente, valorizou e adquiriu outro matiz, o esforço que tenho que fazer para cuidar dos detalhes, respeitar cada um em seu contexto, ser um elemento agregador, parte da solução das coisas.
Resumindo, fazer o trabalho de base, trabalhar no fundamental, coisas simples mas de fudamental importância para nosso acontecer em harmonia com tudo e com todos.
E nesse processo cuidar para não nos transformarmos em VÂNDALOS sociais.

sexta-feira, 30 de julho de 2010

MARIA EDUARDA



Hoje um dia muito especial, NASCEU e veio habitar entre nós, MARIA EDUARDA, neta de nossos grandes amigos Jaquelini e Antonio De La Via, filha de nossos queridos Ana e Fabiano.

Seja bem-vinda, que sua vida seja iluminada e nessa luz ilumine a todos nós.

Que a semente germinada, cresça com a força do Carinho do Amor da Paz e da Felicidade, nesse solo fértil que é a amizade de todos nós aqueles que te amam.

Hoje é dia de festa e comemoramos a vida e a vinda da MARIA EDUARDA, celebramos a VIDA, MARIA EDUARDA, que todos nós possamos ser dignos de ti.

Tio Juca.
Foto: Brotinho de Dionísio Dias

quarta-feira, 28 de julho de 2010

A AURA ASTRAL

A Aura Astral é o reflexo do ser: espiritual, mental e material, projetado no mundo Astral.
A Aura se reflete no sétimo plano do mundo astral, correlacionado com os anais akásicos, que se refletem no sétimo plano do mundo mental.
O movimento do Universo gera a vibração criadora e toda vibração criadora tem um resultado real no mundo das formas.
Este resultado é, no mundo astral, radiação e troca de cores.
Quando o homem, buscador dos valores pisíquicos começa a ver uma neblina azulada em torno dos objetos, esta vendo a Aura Astral das coisas.
Esse texto, foi extraído da primeira de 16 ensinanças escritas por Dom Santiago, importante Místico contemporâneo de nosso tempo, que entre outros, deixa esse tesouro de conhecimento para todos nós.
Esse é um de seus ensinamentos originais, um legado a todos os leitores e buscadores da sabedoria espiritual.
Esta dividido em 16 Ensinanças, com os seguintes temas:
Radiação e Cores Áuricas, Aura das plantas e dos Animais, As Rodas Etéreas e a Aura, A Aura do Homen Selvagem e do Homem Normal, A Aura dos Iniciados, A Aura Grupal, Caleidoscópio Áurico, Espaço Áurico do Sistema Planetário, Cromoterapia, A Influência das Cores Áuricas na História e na Arte, A Música e a Cor, A Vocalização e as Cores, O Sonho e suas Cores, Exercícios para Ver a Aura.
Escrito numa linguagem de fácil entendimento e compreensão, sem dúvida nenhuma conhecimento básico para qualquer estudante, ilustrado com desenhos coloridos muito esclarecedores.

O Curso completo pode ser acessado no site:

http://www.santiagobovisio.info/

Aproveitem.

terça-feira, 27 de julho de 2010

INCOMPREENSÃO

Desde o profundo, desde o profundo ó Senhor!
Na hora profunda da noite ó Senhor!
Tu que és Pai verdadeiro ó senhor!
Pedimos-te que mates a dor para sempre, ó Senhor

Incompreensão: incapacidade para compreender, para perceber o significado de algo.
Incompreendido: que não foi ou não é compompreendido, não é entendido ou percebido, aceito, bem julgado, ou não é reconhecido, admirado pelo seu valor.
Incompreensivo: Incapaz de compreender ou que revela falta de compreensão que não pode ou não tenta compreender o outro, não é tolerante, não é condescendente; inflexível, intolerante, rígido.

Em qualquer aspecto que se navegue pela incompreensibilidade, tanto para a  vítima de, quanto para o algoz, significa uma morte, uma desolação, um abismo, uma dor profunda.

Receita para atenuar a dor:

                                          Remédio para a pressão,
                                          Oração,
                                          Aspirina e compaixão.
Vou tentar!

quinta-feira, 15 de julho de 2010

A MÍSTICA NA VIDA DIÁRIA

                   Quem sou eu, você, nós?
         Somos tudo e não somos nada.
Ter, ser, ganhar... a que Deus sirvo?
          Ambicionar, aparecer, possuir.

Servimos ao Deus do mundo que reina soberano sobre a grande maioria dos mortais. Mas há aqueles que servem a outro Deus: o Deus do AMOR.
O amor é mística que se vive diariamente, na profissão, na família, na balada, no jogo de futebol, no botequim. "O amor é o princípio e o fim do caminho".
Mística, amor, vividos no dia-a-dia, a cada momento, em cada instante: puro oxigênio, ouro puro! Atitude de serviço, olhar sereno, valentia, paciência, trabalho em equipe, percepção da necessidade do outro, perdão, se misturam e se transformam numa mística simples, uma mística de Amor, mística da vida diária, real.
Ter, ser, ganhar, adquirem outro matiz. Tenho verdadeiramente, quando supero o afã de possuir mais e mais. Sou verdadeiramente, quando ocupo um só lugar no mundo. Ganho verdadeiramente, quando deixo de agir de forma interesseira, quando o networking é formado pelo interesse genuíno no outro, embasado pela amizade - um dos mais altos graus de Amor.
Mística, na vida diária, é ser portador de amor, perdão, fé, esperança, luz, alegria, consolo e compreenssão. Mesclando e se transformando numa mística simples, cedendo espaço, amparando, impulsionando, construindo e vivendo a paz e a harmonia, irradiando, glorificando, alcançando a felicidade, destino inexorável de todos os seres humanos, nesta ou em outra vida (por que não nesta?).
Aqui e agora, Você, Francisco, Santiago e eu... A vida é união, a vida é comunhão, nós, você, eu... eu?

Artigo publicado na seção REFLEXÕES, da revista CAFH - A força de Uma Idéia, Ano 3 - no.5

quinta-feira, 3 de junho de 2010

O ENIGMA DA CRIATIVIDADE

PESQUISA DA MENTE. Acima, imagens de pesquisas cerebrais realizadas pela Rede de Pesquisas da Mente. A inteligência e a habilidade estão associadas ao DISPARO RÁPIDO E EFICIENTE DOS NEURÔNIOS. Porém, nas pessoas com melhor pontuação em testes de criatividade, a "substância branca" e os axônimos conectores eram mais finos, tornando mais lento o tráfego nervoso. Nestas imagens, trilhas verdes mostram a "substância branca" sendo analisada. PONTOS AMARELOS E VERMELHOS MOSTRAM ONDE A CRIATIVIDADE CORRESPONDE A UM TRÁFEGO MAIS LENTO. ÁREAS AZUIS MOSTRAM ONDE A  "ABERTURA À EXPERIÊNCIA", ASSOCIADA À CRIATIVIDADE, CORRESPONDE A UM TRÁFEGO NERVOSO MAIS LENTO.
Diz a reportagem do The New York Times, texto selecionado pela Folha de S. Paulo de 17 de Maio de 2010.
Ela nos oferece a seguinte definição de criatividade: a capacidade de reestruturar a própria compreensão de uma situação de uma forma não óbvia.
Esses resultados são fruto de uma pesquisa realizada com 65 pessoas, utilizando-se de tomografias por ressonância magnética (MRI), que sugere que a CRIATIVIDADE PREFERE CAMINHOS MAIS LENTOS E SINUOSOS QUE A INTELIGÊNCIA.
Pesquisa conduzida por Rex Jung, no centro da Rede de Pesquisa da Mente, em Albuquerque (EUA), em que é professor e pesquisador-assistente do Departamento de Neurocirurgia da Universidade do Novo México.

A constatação desse fato: A  CRIATIVIDADE PREFERE CAMINHOS MAIS LENTOS... , me remete ao processo meditativo, em que, tomando um tempo determinado, num ambiente adequado, sentando numa determinada postura, tudo isso com o objetivo de cortar a atividade exterior;  faz com que se abra a porta para o nosso mundo interior, transcendendo nossas defesas, "REESTRUTURANDO A COMPREENSÃO DE NOSSA PRÓPRIA REALIDADE DE UM FORMA NÃO ÓBVIA".
Me parece que essa é a fórmula para solucionar toda e qualquer problemática que se apresente para nós em nosso dia a dia e responde a nossas necessidades de amor, compreensão e auto estima.
Amplia nosso estado de consciência e  faz nosso acontecer mais coerente e harmonioso.

 Criar é preciso...Meditar é preciso...

terça-feira, 18 de maio de 2010

A TERCEIRA INTELIGÊNCIA

No início do século 20, o QI era a medida definitiva da inteligência humana. Só em meados da década de 90, a "descoberta da inteligência emocional mostrou que não bastava o sujeito ser um gênio se não soubesse lidar com as emoções."


A ciência começa o novo milênio com descobertas que apontam para um terceiro quociente, o da inteligência espiritual. Ela nos ajuda a lidar com questões essenciais e pode ser a chave para uma nova era no mundo dos negócios.


Drª DanaZohar - Oxford - http://www.dzohar.com/


No livro QS - Inteligência Espiritual, lançado no ano passado, a sica e filósofa americana Dana Zohar aborda um tema tão novo quanto polêmico: a existência de um terceiro tipo de inteligência que aumenta os horizontes das pessoas, torna-as mais criativas e se manifesta em sua necessidade de encontrar um significado para a vida.


Ela baseia seu trabalho sobre Quociente Espiritual (QS) em pesquisas só há pouco divulgadas de cientistas de várias partes do mundo que descobriram o que está sendo chamado "Ponto de Deus" no cérebro, uma área que seria responsável pelas experiências espirituais das pessoas.


O assunto é tão atual que foi abordado em recentes reportagens de capa pelas revistas americanas Neewsweek e Fortune.


Afirma Dana:


"A inteligência espiritual coletiva é baixa na sociedade moderna. Vivemos numa cultura espiritualmente estúpida, mas podemos agir para elevar nosso quociente espiritual".*




Aos 57 anos, Dana vive na Inglaterra com o marido, o psiquiatra Ian Marshall, co-autor do livro, e com dois filhos adolescentes. Formada em sica pela Universidade de Harvard, com pós-graduação no Massachusetts Institute of Tecnology (MIT), ela atualmente leciona na universidade inglesa de Oxford. É autora de outros oito livros, entre eles, O Ser Quântico e A Sociedade Quântica, já traduzidos para o português.


QS - Inteligência Espiritual já foi editado em 27 idiomas, incluindo o português (no Brasil, pela Record). Dana tem sido procurada por grandes companhias interessadas em desenvolver o quociente espiritual de seus funcionários e dar mais sentido ao seu trabalho.


Ela falou à EXAME em Porto Alegre durante o 300º Congresso Mundial de Treinamento e Desenvolvimento da International Federation of Training and Development Organization (IFTDO), organização fundada na Suécia, em 1971, que representa 1 milhão de especialistas em treinamento em todo o mundo.


Eis os principais trechos da entrevista:


O que é inteligência espiritual?


É uma terceira inteligência, que coloca nossos atos e experiências num contexto mais amplo de sentido e valor, tornando-os mais efetivos. Ter alto quociente espiritual (QS) implica ser capaz de usar o espiritual para ter uma vida mais rica e mais cheia de sentido, adequado senso de finalidade e direção pessoal. O QS aumenta nossos horizontes e nos torna mais criativos. É uma inteligência que nos impulsiona. É com ela que abordamos e solucionamos problemas de sentido e valor. O QS está ligado à necessidade humana de ter propósito na vida. É ele que usamos para desenvolver valores éticos e crenças que vão nortear nossas ações.


De que modo essas pesquisas confirmam suas idéias sobre a terceira inteligência?


Os cientistas descobriram que temos um "Ponto de Deus" no cérebro, uma área nos lobos temporais que nos faz buscar um significado e valores para nossas vidas.. É uma área ligada à experiência espiritual. Tudo que influencia a inteligência passa pelo cérebro e seus prolongamentos neurais. Um tipo de organização neural permite ao homem realizar um pensamento racional, lógico. Dá a ele seu QI, ou inteligência intelectual.


Outro tipo permite realizar o pensamento associativo, afetado por hábitos, reconhecedor de padrões, emotivo. É o responsável pelo QE, ou inteligência emocional.


Um terceiro tipo permite o pensamento criativo, capaz de insights, formulador e
revogador de regras. É o pensamento com que se formulam e se transformam os tipos anteriores de pensamento. Esse tipo lhe dá o QS, ou inteligência espiritual.


Qual a diferença entre QE e QS?


É o poder transformador. A inteligência emocional me permite julgar em que situação eu me encontro e me comportar apropriadamente dentro dos limites da situação.


A inteligência espiritual me permite perguntar se quero estar nessa situação particular.


Implica trabalhar com os limites da situação. Daniel Goleman, o teórico do Quociente Emocional, fala das emoções. Inteligência espiritual fala da alma. O quociente espiritual tem a ver com o que algo significa para mim, e não apenas como as coisas afetam minha emoção e como eu reajo a isso. A espiritualidade sempre esteve presente na história da humanidade.


Dana Zohar identificou dez qualidades comuns às pessoas espiritualmente inteligentes. Segundo ela, essas pessoas:


1. Praticam e estimulam o auto conhecimento profundo


2. São levadas por valores. São idealistas


3. Têm capacidade de encarar e utilizar a adversidade


4. São holísticas


5. Celebram a diversidade


6. Têm independência


7. Perguntam sempre "por quê?"


8. Têm capacidade de colocar as coisas num contexto mais amplo


9. Têm espontaneidade


10.Têm compaixão


Reportagem publicada na Revista Exame e enviada por nossa querida amiga
Elizabette Hiroco Schimabukuko.


DESENVOLVER A ESPIRITUALIDADE É PRECISO...

sábado, 15 de maio de 2010

VOCÊ BUSCA PAZ DE ESPÍRITO?

Contribuição de meu amigo e irmão Manuel Valério Gadelha da Silva de Fortaleza, Ceará:


A Paz de espírito é um estado de plenitude e tranquilidade conquistados a partir da Fé.

Sim, da Fé.

Através da Fé aproximamos o mundo de luz de nossa vida.
Nos preenchemos e, consequentemente, aprendemos a compartilhar.
A paz de espírito é a construção ou o despertar da coluna do meio, daí depende do despertar de nossa consciência, que manterá tudo dentro de um equilíbrio.

A Fé irá buscar os instrumentos necessários para que não tenhamos reações ou reatividades.

A Fé é o instrumento para colocar pontos que devemos buscar.

A Fé é a força que nos coloca em movimento.

Não existe Fé que nos deixe passivos, esperando.

A cada dia recebemos energias ocultas. Abrimos portas para que elas entrem sorrateiramente, através de mínimos pensamentos que temos dentro de nós ou vibrações.

A Fé é receber a luz.

Colocar-se apto para receber essa luz.

Isto é, buscar estar vibrando no movimento, nos bons pensamentos, mas sem mentir para si mesmo, sem enganar a si mesmo, sem que isto se torne uma máscara do "bonzinho" , enquanto que por dentro o que existe é escuridão, raivas, culpas, invejas, desejos de ser outro, estar no outro.

Fonte: Escola de Kabbalah.

O BLOG é nosso, contribuir é preciso.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

P Í L U L A S

( I )

PARA IR
ALÉM DOS SENTIDOS,
ALÉM DA RAZÃO,
SÓ EXISTE UM CAMINHO: O AMOR


( II )

VESTIMENTA DA ALMA:
FÉ SIMPLES, ESPERANÇA E AMOR TOLERANTE

 
( III )

ORAÇÃO

ATRAVÉS DA ORAÇÃO SE CHEGA A MOMENTOS DE
ALTA INSPIRAÇÃO E ÊXTASE, ONDE SE
VISLUMBRA A IMENSIDÃO DA VIDA ESPIRITUAL


( IV )

TRÊS VÍCIOS PARA SE DOMINAR:

LUXÚRIA, SOBERBA E AVAREZA


( V )

TRÊS VIRTUDES PARA SE CONQUISTAR:

FORÇA, VALOR E INTREPIDEZ


( VI )

 
ASPIRAÇÃO SUPREMA:

POSSUIR A ESSÊNCIA DA EXPERIÊNCIA
SEM APEGAR-SE AO EXPERIMENTADO


( VII )

 
UNIÃO


NO CORAÇÃO ESTÁ O PRINCÍPIO BÁSICO E MARAVILHOSO
QUE LEVA O SER HUMANO A UNIR-SE COM O DIVINO


CORAÇÃO -  A ESSÊNCIA DO UNIVERSO



sexta-feira, 30 de abril de 2010

ESPIRITUALIDADE PROTEGE CORAÇÃO

"Pesquisas americanas ligam prática espiritual a redução de risco cardíaco; cardiologistas debatem o tema".

Reportagem da folha de São Paulo diz que pela primeira vez a Sociedade de Cardiologia de São Paulo vai discutir o tema em congresso: "A relação entre espiritualidade e saúde cardiovascular".

>> A crença em Deus deixa a pessoa mais tranquila e confiante.

>> Diminui a produção de hormônios do estresse, como adrenalina e cortisol.

A discussão vai ser baseada em dois importantes estudos: um com duração de 30 anos, que constatou menor número de mortos entre os que seguiam alguma religião e
outro da Universidade de Duke, concluiu que a leitura de textos religiosos, a prática da oração ou a participação em reuniões e cultos, reduziu em 40% o risco de a pessoa desenvolver hipertensão.

É a ciência comprovando o conhecimento esotérico.

" Chamamos estado de oração a um estado mental e afetivo habitual, caracterizado pela quietude interior, o justo discernimento, os bons sentimentos e pensamentos. Porque é tão importante praticar a oração e desenvolver em alguma medida o estado de oração?    Investigações formais e cientificamente controladas têm evidenciado que uma pessoa em estado de oração baixa a atividade elétrica do cérebro, fazendo com que se manifestem ondas chamadas alfa. Estas ondas têm uma frequência de oito a quatorze ciclos por segundo, enquanto que, na atividade de vigília habitual, essa frequência é de quatorze a trinta ciclos por segundo. O funcionamento da mente no estado de ondas alfa, seja qual for o meio empregado para consegui-lo, permite-nos influir beneficamente em nossos estados biológicos e metabólicos. Daí a popularidade de diversas modalidades de meditação e o método de visualizar situações ou quadros naturais atrativos ou que maravilham a mente e aquietam sua atividade incessante. A prática sistemática destes exercícios nos ajuda a controlar as extrapolações de nossa mente, a acalmar as emoções, a controlar as respostas fisiológicas e também o estresse que costumamos experimentar . Em publicações sobre investigações recentes relacionadas aos efeitos da meditação, os neuro cientistas afirmam que esse exercício induz mudanças favoráveis tanto no cérebro como no sistema cardiovascular e no nervoso; estas mudanças modificam positivamente as inter-relações funcionais no resto do organismo. O Método de Cafh propõe, nas práticas de oração, uma ação mais sistematizada e mais profunda do que as práticas que aquietam a mente. O nosso Método nos leva a gerar um estado de oração que nos permite penetrar em nosso interior, reconhecer os fenômenos que ali ocorrem e influir neles positivamente".
CAFH - CURSO MÉTODO DE VIDA - AS ORAÇÕES E O ESTADO DE ORAÇÃO.

MEDITAR...ORAR.... É PRECISO.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

OLHANDO PARA DENTRO - C G JUNG

Gostaria de transcrever uma citação de Jung em relação ao olhar para dentro:

"Sua visão se tornará clara somente quando você olhar para dentro de seu coração. Aquele que olha para fora sonha. Aquele que olha para dentro desperta."

Despertar é preciso.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

O SILÊNCIO

Já perceberam como funcionamos?
Sempre de dentro para fora: pensando, sentindo e executando; sentindo, pensando e executando; executando, sentindo e pensando; executando, pensando e sentindo.
Na grande maioria do tempo funcionamos dentro desse automatismo, o "normal", é colocar a máquina no piloto automático e ir em frente.
Sentindo as mesmas coisas, pensando as mesmas coisas, fazendo as mesmas coisas, sempre o mesmo trajeto.
Quando estamos na academia nos exercitando, estamos vendo algum programa de televisão ou com os fones de ouvido colocados, na rua correndo a mesma coisa, pode ser que quando entramos no carro umas das primeiras coisas é ligar o som, quando estamos sozinhos nossa cabeça se enche de preocupações, o que temos que fazer, o que não fazer, nossas expectativas, em relação a tudo e a todos, as inseguranças, as frustrações e por aí vai...
Via de regra fazemos de tudo para não estarmos "sozinhos" ou conosco mesmos; evitamos o silêncio.
Por que é tão difícil fazer silêncio?
Por isso mesmo, por esse "automatismo" em que vivemos fazendo tudo de dentro para fora e evitando estar sozinhos.
Mas, para que haja equilíbrio em nossas vidas é necessário buscar o silêncio.
Inverter o movimento: ir de fora para dentro.
A aqueles que amam o silêncio e são felizes.
Para fazer silêncio é preciso tomar alguns minutinhos de nosso dia e aquietar o corpo e a mente, devagarinho espaçar os pensamentos da mente procurando um ponto ideal, que pode ser nosso coração, procurar sentir as batidas dele, procurando um único sentir, a vida.
Procurando sentir o fluxo da vida na respiração quieta, inspiração, retenção e expiração,
o movimento cósmico mesmo,
entrando em consonância com ele.
Esse contacto conosco mesmos, com o movimento cósmico, vai predispor nossa mente e nosso físico para estarem mais conscientes de nosso acontecer, vai pôr à mostra recursos que nem sonhamos ter, vai gerar equilíbrio, e com esse matiz revestir nossos "automatismos".

BUSCAR O SILÊNCIO É PRECISO...

domingo, 18 de abril de 2010

BÔNUS II - O AMOR NUNCA FALHA

o amor nunca se ufana,
não é soberbo,
não se comporta de maneira inadequada;
não busca seu interesse,
não se irrita facilmente,
não faz mau juízo...
o amor nunca falha

S. Paulo - corintios, I  13

sexta-feira, 16 de abril de 2010

BÔNUS - SEGREDO PARA SE OBTER A PAZ

Três vias para se obter a PAZ:

BOM HUMOR
OBEDIÊNCIA
ORAÇÃO

Ensinamento de Francisco o Santo, que dizia:

"ALEGREM-SE SEMPRE"
"O GOZO ESPIRITUAL BROTA DA PUREZA DE CORAÇÃO
E DA PERSEVERANÇA NA ORAÇÃO"

quinta-feira, 15 de abril de 2010

DIVINIZANDO O COTIDIANO

Através destas práticas, a oração, a meditação, a geração de bons pensamentos e sentimentos, o desenvolver de um profundo sentido de agradecimento a vida, vamos imprimindo um caráter transcendente ao nosso fazer, ao nosso viver, vamos DIVINIZANDO O NOSSO COTIDIANO, nos transformando paulatinamente em MÍSTICOS MODERNOS, realizando a Deus no dia a dia, sendo ponto de referência daquilo que pode ser feito, daquilo que pode ser transformado, daquilo que pode ser moldado, nossa própria vida.
Outra forma de dar dinâmismo a esse processo, a essa aventura espiritual,
é refletir sobre o ensinamento dos grandes seres que nos precederam, que sem dúvida nenhuma nos inspiram, nos instam, nos conclamam, a trilhar esse caminho, a viver essa aventura.
Gosto muito das citações de LAO TSE, importante sábio Taoísta, que com seus textos enigmáticos, nos convida a desvendá-los, através do uso do discernimento e da criatividade.
Transcrevo um desses textos:

Quem fica na ponta dos pés não tem equilíbrio.
Quem mantém as pernas esticadas não pode andar.
Quem se põe em evidência permanece no escuro.
Quem esta satisfeito consigo mesmo não é amado.
Quem se vangloria não tem mérito.
Quem se orgulha de si pára de crescer.


Quem conhece os outros é inteligente
Quem conhece a si mesmo é iluminado


Quem vence os outros é forte
Quem vence a si mesmo é invencível

Foto especialmente enviada pelo nosso querido amigo Dionísio.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

AGRADECENDO

Como estamos em nosso processo MEDITATIVO?
Como diz nossa querida amiga Ruth: ORAR É BOM.
A meditação, a oração, nos coloca em contato com as potencialidades do ser,
poderosas forças interiores que nos conectam com o Divino, com a Consciência Cósmica, com Deus mesmo, com a Divina Mãe do Universo.
Essas forças já atuam em nosso interior, fortalecendo nossa vontade, levando-nos em direção ao ideal desejado, purificando nossa intenção, fazendo com que nossos corações se abram para a participação com o todo criado, delineando nossa fé, revestindo-a com as forças necessárias para que possamos cumprir com nosso destino humano-Divino.
Outra poderosa chave que abre as portas para o mundo interior e nos coloca em contato com essas forças, é o AGRADECIMENTO.
Sim o agradecimento.
Agradeço a Deus, agradeço a Consciência Cósmica, agradeço a Divina Mãe do Universo.
Agradeço por todas as graças que recebo, agradeço por minha vida, agradeço por meus pais, agradeço pela minha esposa, agradeço por meus filhos,
agradeço pelos meus amigos, agradeço por ter um ideal espiritual, agradeço pelo trabalho que realizo, agradeço por todas as graças que recebo.
Agradeço por estar vivo, agradeço pela oportunidade de me fazer útil,
agradeço por todos os aspectos de minha vida, agradeço pelo meu acontecer.
agradeço pela orientação que recebo, agradeço pelo caminho que trilho,
agradeço pela assistência dos Santos Mestres.
Agradeço por todas as graças recebidas e dou graças...

"GRAÇAS, Ó SENHOR!
PELO PÃO DIVINO QUE NOS DÁS
QUE É PÃO DE ANJOS
GRAÇAS Ó SENHOR!
GRAÇAS E MAIS GRAÇAS
Ó SENHOR!"

AGRADEÇA...

quinta-feira, 1 de abril de 2010

MEDITANDO

INVOCAÇÃO:

MÃE DIVINA DO UNIVERSO;
MÃE DIVINA DO UNIVERSO;
MÃE DIVINA DO UNIVERSO;

Querida Mãe, amada Mãe; Mãe do Universo;
Do mais profundo de meu ser Mãe, peço-te,
ilumina minha mente, orienta meu pensamento,
orienta meu sentimento, Mãe...

Me localiza Mãe, dentro de meu contexto como Ser Humano, Mãe...

Do mais profundo de meu ser Mãe, peço-te,
ilumina minha mente, orienta meu pensamento,
orienta meu sentimento, Mãe...

Me localiza Mãe, dentro de meu contexto como Ser Humano, Mãe...

Ilumina minha mente, orienta meu pensamento,
orienta meu sentimento, Mãe...

IMAGINAÇÃO:

Vejo que tudo está interligado, como uma grande rede;
Vejo que estou ligado a tudo e todos, com os seres humanos,
com a natureza, com o universo;
Vejo que faço parte de tudo e de todos;
Vejo que aprendo de tudo e de todos, e que todos aprendem de mim;
Vejo a união, vejo que todos estamos unidos;
Vejo a união, vejo que todos estamos unidos;
Vejo a união, vejo que todos estamos unidos;

SENSAÇÕES:

Sinto a união, sinto que algo muito sutil liga a tudo e a todos;
Sinto que a união se dá através de minha consciência, que se une
a todas as outras consciências, a todo o criado;
Sinto que a união de todas as consciências forma uma consciência cósmica;
A consciência cósmica, união de todo o criado, com todos os seres viventes;
Sinto-me unido a consciência cósmica;
Sinto que a minha consciência se une à consciência cósmica, numa consciência só;

PROPÓSITOS:

Elejo esse estado unitivo para meu acontecer desde agora
para todo o meu dia;

Elejo esse estado unitivo como um estandarte de consciência, que orienta
meus pensamentos, meus sentimentos, minha ação;

Elejo esse estado unitivo como um estandarte de consciência, que orienta
meus pensamentos, meus sentimentos, minha ação;

Elejo esse estado unitivo como um estandarte de consciência, que orienta
meus pensamentos, meus sentimentos, minha ação;


CONSEQUÊNCIAS:

Percebo todos os seres viventes como uma manifestação da CONSCIÊNCIA CÓSMICA, DO DIVINO, DE DEUS MESMO, DA DIVINA MÃE DO UNIVERSO;

Meu pensamento, meu sentimento, minha ação se baseia nessa consciência
de que todos os seres viventes são manifestações dessa CONSCIÊNCIA
CÓSMICA, DO DIVINO, DE DEUS MESMO, DA DIVINA MÃE DO UNIVERSO;

Em todos os meus atos, em todos os meus pensamentos, em todos os meus
sentimentos, incluo essa consciência, como pano de fundo do meu acontecer;

P A Z ...

sexta-feira, 26 de março de 2010

ACESSANDO SEU INTERIOR

Mas como fazer VIDA INTERIOR? Como voltar para dentro de "si mesmo"?; não é suficiente o diálogo interno que fazemos normalmente?
Lógico que esse diálogo é importante, mas é um diálogo que se faz num nível da mente que atua no corrente, no conhecido e é estruturado com os níveis de conhecimento que se possa ter, com as experiências de vida, as influências do meio, etc., que define a personalidade corrente. Nesse nível não consigo ter muito claro as soluções para minha problemática pessoal, sigo adquirindo conhecimento, que na prática não resulta muita coisa, não consigo fazer as mudanças que tenho que realizar.
Penso e ajo de acordo com essa estrutura, mas, para ir mais além, é necessário "ACESSAR O MEU INTERIOR".
Para acessar meu interior, necessito discernir num nível mais profundo, preciso da "MEDITAÇÃO"
Essa prática, largamente utilizada, é uma poderosa ferramente de auto-conhecimento, que faz com que eu acesse meu interior, encontrando camadas
profundas de consciência, que vão aumentar minha capacidade de trabalho,
de compreensão, minhas energias, e principalmente vão fortalecer minha vontade, não desde um ponto individualista, mas sim de um ponto integrador
aumentando a percepção de mim mesmo e do que me rodeia, ou seja,
ampliando meu "ESTADO DE CONSCIÊNCIA".
Existem vários tipos de meditação, mas, poderíamos começar fazendo uma
concentração numa determinada idéia, ou fato que desejamos trabalhar.
Essa técnica serve para qualquer aspecto de minha personalidade, cada passo
dura de 3 a 5 minutos.
Por exemplo: desejo trabalhar o egoísmo em mim mesmo.
Faça uma "invocação" ao Divino, a Deus, a um Santo de sua preferência, ou à cosnciência Cósmica.
Peça iluminação, coloque o aspecto desse egoísmo para essa figura que você escolheu, fale sobre isso, depois;
Procure se "ver" nessa situação, que aspectos o levam a ser egoista?
Procure "sentir" o que essa situação provoca em você e no meio em que atua;
"Proponha" para você mesmo, como mudar essa situação;
"Constate" que consequências teve esse processo para você nesses momentos em que esteve no estado de meditação;
Agora faça um "retrospecto" de todos os passos, desde a invocação até esse momento.
Os passos são: INVOCAÇÃO, UM QUADRO IMAGINATIVO, SENSAÇÕES, PROPÓSITOS,
CONSTATAÇÃO e RETROSPECTO.
Esse processo todo leva de 20 a 30 minutos mais ou menos, procure fazer pela manhã, escolha um quarto ou um cantinho específico para esse trabalho.
Escolhi o egoísmo, para ficar mais fácil o entendimento, mas, qualquer
idéia se pode colocar nesse processo, o AMOR por exemplo e assim sucesivamente, o céu é o limite.
Que tal, vamos ACESSAR NOSSO INTERIOR".